Blog

Informações jurídicas com textos fáceis e rápidos de ler

UM PLANO DE NEGÓCIOS NÃO GARANTE O SUCESSO DE SUA STARTUP

UM PLANO DE NEGÓCIOS NÃO GARANTE O SUCESSO DE SUA STARTUP

Montar um bom Plano de Negócios para sua startup crescer é um dos principais conselhos dados ao empreendedor iniciante. O que ninguém aconselha é como proteger a sua marca, o seu negócio e a sua ideia. Para isso, é preciso olhar para a Propriedade Intelectual, pois é esse aspecto que irá garantir o futuro do seu negócio.

Mas o Plano de Negócios não é importante?

Claro que é! Porém, primeiro precisamos entender exatamente o que é um Plano de Negócios, pois há atualmente uma divisão conceitual para denominar essa ferramenta gerencial:

  • Plano de Negócios:  aplicado a empresas tradicionais, que nascem para suprir uma demanda já existente no mercado.
  • Modelo de Negócio: aplicado às startups, que nascem para criar uma demanda desconhecida no mercado, conforme expõe Yuri Gitahy em artigo publicado no website do Sebrae (clique aqui para acessar o artigo).

O Plano de Negócios é essencial, mas é apenas uma etapa. Você não pode esperar que ele sozinho seja o suficiente para atingir todos os seus objetivos.

Então o que fazer além do Plano de Negócios?

Um exemplo: dentre os pilares para a sedimentação do Plano de Negócios, está a estimativa de recursos financeiros necessários para atingir o ponto de equilíbrio da empresa. Claro que esse é um ponto-chave, que deve ser levado em consideração.

Todavia, nem sempre se vê a preocupação do empreendedor em provisionar recursos para proteção (no sentido amplo) da Propriedade Intelectual. Deve-se projetar os recursos a serem aportados na empresa para proteção dos bens imateriais que podem vir a se tornar muito valiosos no mercado.

Essa é uma área de fundamental importância para que a sua startup seja um sucesso e gere retorno financeiro.

Mas o que é Propriedade Intelectual?

Propriedade Intelectual é, basicamente, o conjunto de direitos de exclusividade de uso temporário daquilo que você produziu, seja no âmbito industrial (Marcas, Patentes, Desenhos Industriais, etc) seja no âmbito intelectual (Direito Autoral).

Você precisa ter a segurança de que tudo isso lhe pertence legalmente. Por isso, é de fundamental importância que a Propriedade Intelectual de sua startup esteja protegida!

Felizmente, hoje, você tem à disposição direitos e ferramentas suficientes para proteger esses direitos imateriais (logicamente, com um custo que deve ser considerado).

Coloque a proteção da Propriedade Intelectual no seu orçamento.

Tendo em vista que a Propriedade Intelectual se revela um valoroso ativo intangível, tanto para empresas tradicionais quanto para startups, é imprescindível incluir o provisionamento de recursos financeiros no Plano/Modelo de Negócio para salvaguardar esse patrimônio da empresa, que certamente terá um valor agregado crescente ao longo do tempo.

Dessa forma, é através do registro que sua startup e suas ideias estarão protegidas, e você está amparado legalmente para adotar medidas cabíveis para afastar a concorrência desleal e/ou parasitária e crescer sem obstáculos.

Por: Cristiano Prestes Braga